Segunda-feira, 8 de Outubro de 2007

Meu amor,

Tentei não te escrever.

Imaginei inúmeras cartas desde que partiste. O amor que  me deixaste é o bastante, mas não colmata a tua ausência. Como poderia?

Hesitei escrever-te. Hesitei porque me custa saber que não obtenho resposta.

Visitas-me em sonhos, tal como eu te visito todas as horas do meu dia.

Tal como tu, já gastei as cartas que me escreveste. Longas foram as noites em que te chorei. Já não o faço, por ti, por ele, por mim. As memórias que guardo de ti, de nós, são felizes. As lágrimas que me permito chorar são essas. As de felicidade. Algumas ainda me caiem de saudade.

Olho para o futuro, sem ti, comigo e com ele. Vejo ainda um vazio que ficou, que fica. O vazio do teu corpo. Sei que me lês e me acompanhas. Mas já não sinto o teu toque. O teu prazer. O meu corpo foi abandonado. As minhas noites tornaram-se frias.

Os meus dias inférteis, não fosse a promessa que te fiz de lhe falar todos os dias em ti e nada faria sentido. Ele ouve-me. Sorri.

Tu continuas a ser o motivo do meu sorriso, ele, o meu brilho no olhar.

Não posso desejar juntar-me a ti. Ainda não. Mas a seu tempo sei que o farei.

Quando partiste levaste-me. O que ficou, ficou com um único propósito, continuar o nosso amor.

Trago-te comigo e guardo-te. Não. Ostento-te. Sorrio mesmo quando o meu coração só tem a tua memória. Falo de ti a quem me quer ouvir. Falo do nosso amor. Mesmo quando me dizem que o tempo me há-de mudar. 'Não podes continuar assim, tens a vida pela frente.' Sei que tenho. Uma vida, gerada com amor, pela frente. É essa vida, tua também, que eu tenho, que eu amo.

Serei sempre tua, do amor que me deixou ficar, mas que um dia me há-de levar.

O teu eterno amor.

 

Etiquetas dos Egos:
Egotismo de Sophia às 14:53

6 comentários:
De antiego a 16 de Outubro de 2007 às 17:23
Muito bonito. Haja quem ainda acredite e tenha amor, neste mundo cinico. Não estou sózinho
De Sophia a 17 de Outubro de 2007 às 10:43
:) Grazie!
O amor existe, quer se acredite nele ou não!
Faz parte da vida!

Baci
De dhyana a 10 de Outubro de 2007 às 13:21
Lí dúvidas ou indecisão? Ou será um coração dividido? De qq forma gostei da forma despretenciosa que escreveste este texto e a sinceridade exposta.
Desejo-te ... certezas.
Beijos
De Sophia a 10 de Outubro de 2007 às 14:09
Certezas de que nem todos os amores se cumprem como sonhamos!
Grazie!

;) Baci
De Filipa a 8 de Outubro de 2007 às 21:04
Daqui ecoa o silêncio depois de ler isto... bjs *
De Sophia a 10 de Outubro de 2007 às 11:00
:) Grazie!

Baci

Eco

Ego sum

Julho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Egos recentes

Back and forward

Hoje, tal como Rett Butle...

Breaking trough

Limpezas...

Um apontamento na históri...

Don't be afraid to dream*

Grão de areia

Egos passados

Julho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Etiquetas dos Egos

todas as tags

Passear pelo Egos

 

Outros Egos

Som no Egos

Feeds do Egos

Prémios do Egos

Por Ly de 'Divino Senão Fosse Humano'

 

Por Diogo Ribeiro de 'O Meu Nada'

 

 

Por Ly de 'Divino Senão Fosse Humano'

 

Egos que referem o Egos

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!
blogs SAPO