Quarta-feira, 7 de Novembro de 2007

Viagem por um pesadelo de sonho

Queria dizer-te tantas palavras que insistem em ficar presas na garganta. Queria partilhar contigo sentimentos, visões, eu, nós. É complicado partilhar o que não se consegue descrever. Se ao menos o tivéssemos vivido juntos. Entenderias o meu olhar, mesmo que não estivéssemos a ver o mesmo. É difícil falar de sentimentos que se aninham cá dentro, em lugares tão escondidos que é quase impossível serem descobertos, até por nós. Por vezes, a vontade que dá é de me refugiar numa gruta, perdida, no meio de nada, envolta somente em pedra. Ficar assim, até me esquecer do mundo e esquecer-me de mim. Deixar que todos os sentimentos, pensamentos, palavras se apaguem. Todos os odores cessem. Até nada restar de mim. A não ser eu. E voltar a redescobrir-me, a acordar para um novo mundo, diferente, melhor. Não me poderias acompanhar. Mas pedir-te-ia o  impossível, que me esperasses e me amasses, mesmo diferente, permaneceria igual para ti, para nós. E acordaria para uma realidade estranha, na qual tu também estarias diferente. E o nós já não seria possível. E tudo deixa de ter sentido. Acordo. Abano a cabeça para afastar dela estas ideias. Olho para ti, beijo-te a face com amor e ternura, sem te acordar desse sono sereno e profundo. Volto a encostar a minha cabeça no teu peito e adormeço.

Etiquetas dos Egos: , ,
Egotismo de Sophia às 11:54

14 comentários:
De Diogo Ribeiro a 11 de Novembro de 2007 às 18:37
E também é complicado partilhar quando o outro lado não partilha, ou não investe nessa partilha.
De Sophia a 12 de Novembro de 2007 às 10:53
Sim. Isso dificulta bem mais...

Baci
De gui a 10 de Novembro de 2007 às 12:57
E de certeza que terás bons sonhos...de preferência côr de rosa. Bij
De Sophia a 12 de Novembro de 2007 às 10:52
Claro! Ou não fosse uma cor de eleição!

Baci
De Ly a 9 de Novembro de 2007 às 00:38
Talvez eu já tenha desistido de enviar sinais de fumaça......mas tento ao menos não me perder dentro dela....


lendo teu post eu me lembrei dos planos que fazemos e os que o destino nos apresenta.

bjs

Ly
De Sophia a 12 de Novembro de 2007 às 10:52
Eu por vezes envio verdadeiros incêndios mesmo! ;)
A vida parece que tem sempre planos diferentes daqueles que fazemos!

Baci
De Nilson Barcelli a 8 de Novembro de 2007 às 22:46
Por vezes, é bem melhor sonhar acordado...
Mas gostei do teu sonho.
Beijinhos.
De Sophia a 12 de Novembro de 2007 às 10:50
Sem dúvida!
Grazie!
Baci
De mfc a 8 de Novembro de 2007 às 20:52
Amar é fazer ver ao outro que é compreendido.
De Sophia a 12 de Novembro de 2007 às 10:50
:) Também!

Baci
De Secreta a 8 de Novembro de 2007 às 15:46
Por vezes os sonhos e os pesadelos fundem-se num só . E vivemos esperiencias tão reais que as ficamos a sentir como verdadeiras.
Beijito.
De Sophia a 12 de Novembro de 2007 às 10:49
Sim... a imaginação por vezes parece que toca a realidade...

Baci
De Arte de Amar a 8 de Novembro de 2007 às 09:56
ohhhh meu anjo, escreves tão bem que ate me comoveste com este texto.
Adoro ler-te...


Beijoca
Arte de Amar
www.intimomisterio.blogs.sapo.pt
De Sophia a 12 de Novembro de 2007 às 10:47
Fico sem palavras assim...
Grazie e baci!

Eco

Ego sum

Julho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Egos recentes

Back and forward

Hoje, tal como Rett Butle...

Breaking trough

Limpezas...

Um apontamento na históri...

Don't be afraid to dream*

Grão de areia

Egos passados

Julho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Etiquetas dos Egos

todas as tags

Passear pelo Egos

 

Outros Egos

Feeds do Egos

blogs SAPO