Terça-feira, 27 de Novembro de 2007

No regrets...

or the road not taken ...

 

Foto daqui

 

Acho que ainda não tenho vida suficiente para fazer um balanço sério. Mas já me sinto à vontade comigo mesma para ir fazendo alguns parciais. E talvez esta não seja a melhor forma de começar...

Não custa começar de novo. Aqui é mais fácil fazê-lo.

 

Em cada momento sério de escolha, optamos por um caminho em detrimento de outro e sabemos que não voltaremos àquela encruzilhada específica.

Numa dessas encruzilhadas optei pela fuga. Na altura, justifiquei-me com a preservação de uma amizade. Convenci-me que, de facto, era isso mesmo que estava a fazer. E segui o caminho que me pareceu mais lógico. Hoje, olho para trás. Porque uma conversa avivou essa memória que guardo. Não evitei voltar a pensar no assunto. Agora que tudo é tão diferente. Tal como na altura, continuo sem saber se foi a melhor escolha. Mas o caminho que escolhi foi o que me trouxe aqui. E disso, não me posso arrepender.

E se o tempo voltasse atrás...

Não sei se tomaria a  mesma opção, mas certamente teria uma conduta diferente. Em vez de fugir teria explicado todos os meus motivos e confessado que o medo falou mais alto porque não estava pronta. Há alturas em que pensamos e vivemos por antecipação e eu na ânsia de prever todo um futuro amedrontei-me. It was the wrong time and the wrong line and for that I am sorry .

 

A vida segue e em cada novo caminho o futuro é fabuloso.

 

Eu: no baú das memórias
A música: No regrets - Robbie Williams
Etiquetas dos Egos: , , ,
Egotismo de Sophia às 11:31

6 comentários:
De Diogo Ribeiro a 29 de Novembro de 2007 às 12:25
Palavras verdadeiras e alguma dor nas lembranças. O que damos de nós, o que sacrificamos, o que tentamos esquecer como se pudessemos desligar, vem de vidas incompletas que a bem ou a mal vão definhando na pele e ficando na memória. Mas as escolhas, como medo do futuro ou como maneira de ser, trazem sempre o mundo na curva das palavras e inevitavelmente, à beira dos sentimentos. Podemos dar vida ou arrancá-la de alguém com apenas uma escolha... E eu já estive muitas vezes, vezes demais, do lado errado.

~Beijos.
De Sophia a 30 de Novembro de 2007 às 10:59
Eu não me importo de estar do lado errado... desde que me sinta bem! ;)

Tens razão no que escreveste.

Baci
De Arte de Amar a 28 de Novembro de 2007 às 11:44
Querida hoje sim, adorei o teu optimismo :) deixaste-m feliz!

Vem.
Ocupa com teu corpo esse abrigo que te chama. Volta a ser minha morada,
teu abrigo
Faz de mim tua caverna, t
eu porto seguro.
Faz do meu corpo teu ninho.

Kiss na boxexa
Arte de Amar
www.intimomisterio.blogs.sapo.pt
De Sophia a 28 de Novembro de 2007 às 13:20
Como em tudo na vida, uns dias são da caça, outros do caçador!

;) Baci
De mfc a 27 de Novembro de 2007 às 23:10
A escolha implica a rejeição de tudo o resto!
De Sophia a 28 de Novembro de 2007 às 13:19
Sim! Faz parte do processo!

;) Baci

Eco

Ego sum

Julho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Egos recentes

Back and forward

Hoje, tal como Rett Butle...

Breaking trough

Limpezas...

Um apontamento na históri...

Don't be afraid to dream*

Grão de areia

Egos passados

Julho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Etiquetas dos Egos

todas as tags

Passear pelo Egos

 

Outros Egos

Feeds do Egos

blogs SAPO